Endereço de e-mail

Senha

Seja bem vindo(a)

Login

Senha

Não possui cadastro?
Clique aqui e cadastre-se.

Esqueci minha senha

Trocas e Devoluções


A Pronatural respeita integralmente o Código de Defesa do Consumidor. Para tanto usa em sua política de vendas procedimentos que comtemplam troca, substituição e devolução de acordo com a legislação daquele código. É fundamental frisar contudo que nos casos de substituição ou troca torna-se fundamental que o cliente não danifique o produto, embalagem, etc, por mau uso de maneira que seja possível à Pronatural promover por sucessão a transferência de responsabilidade aos seus parceiros fabricantes.  

 Com relação a remessa sempre será feito via Correios via Sedex ou PAC, segundo escolha do cliente. Nossa remessa não prevê seguro por ser um ônus a mais para o cliente e nos casos de extravio, perda ou roubo no processo de entrega a Pronatural assume 50% do risco sendo que o cliente como solidário no processo assume  os outros 50% uma vez que trata-se de causa fortuíta e involuntária uma vez que a escolha da modalidade de envio sempre será em caráter solidário.

       Considerando que a Pronatural também trabalha com produtos importados, nossas logística fica vinculada a processos coplexos que envolvem desembaraços alfandegários que determinam uma elasticidade maior na entrega podendo a mesma ser acrescida de até 10 dias úteis sem prejuizo das demais condições.Para tanto em se tratando de produto importado fica implícito esta possibilidade.

   

      

 

 

CDC - Código de Defesa do Consumidor

 O CDC - Código de Defesa do Consumidor assegura os Direitos do Consumidor.

O CDC - Código de Defesa do Consumidor foi instituído pela Lei Nº 8.078, de 11 de setembro de 1990, gerando importantes mudanças que, no decorrer dos anos 90 e na primeira década do século XXI, mudaram consideravelmente as relações de consumo, impondo uma maior qualidade na fabricação dos produtos, bem como no atendimento das empresas aos seus clientes. E o mais importante: o  documento prevê padrões de conduta, prazos e penalidades em caso de desrespeito à lei, garantindo que os direitos do consumidor se concretizem.

Além da punição dos que praticam atos ilícitos, violando os direitos do consumidor, o CDC esclarece os fabricantes, os fornecedores e os prestadores de serviços sobre suas obrigações para que todos ajam de forma íntegra, respeitando o consumidor para ampliar o seu mercado de consumo. Outros direitos também são garantidos, como a proteção da vida, da saúde e da segurança contra riscos provocados no fornecimento de produtos e serviços, proteção contra a publicidade enganosa e abusiva e prevenção e reparação de danos patrimoniais e morais. Para que tudo isso se cumpra, foi estabelecida a participação de diferentes órgãos públicos e entidades privadas que integram o Sistema Nacional de Defesa do Consumidor (SNDC), como a ProconsBrasil (Associação Brasileira de Procons), a MPCon (Associação Nacional do Ministério Publico do Consumidor), o Condege (Conselho Nacional de Defensores Públicos Gerais), e o Fonaje (Fórum Nacional de Juizados Especiais).